Uma história rápida do ferro de ondulaçãoHistória do ferro de

Uma história rápida do ferro de ondulação

História do ferro de ondulação.

Existe tal coisa ou o curling é apenas uma invenção da moda? Cada tecnologia é a mesma.

Nós prevemos que inventamos algo novo, quando talvez tudo o que tenhamos feito é mudar “invenções antigas”, fazendo uso da tecnologia da moda.

Permita-nos começar a investigar a história do modelador de curling ou, como também é reconhecido, a pinça de curling.

Permita-nos começar com a definição de um curling iron.

É um instrumento, um aparelho de metal cilíndrico, usado para mudar a construção do cabelo, fazendo uso de calor para uma mecha de cabelo enrolada em volta dele.

É puro assumir com um pensamento moderno e assumir que o calor é gerado pela eletricidade.

No entanto, o curling vai caminho mais cedo do que a introdução de eletricidade.

Nós só temos que dar uma olhada nas esculturas do mundo antigo para ver que os indivíduos se importavam com a moda de seus cabelos e que a moda envolvia a criação de cachos.

Machos babilônios e assírios tingiam seus cabelos e barbas quadradas pretas e onduladas, enrolando-as com ferros ondulados.

Os nobres persas também enrolavam seus cabelos e barbas, muitas vezes os manchando.

Nobres egípcios, homens e mulheres, cortavam os cabelos mais de perto, mas depois, para a frieza e limpeza do clima quente, raspavam a cabeça.

Em eventos cerimoniais, por cobertura do solar, eles usavam perucas.

As perucas podem ser rápidas e encaracoladas ou longas e cheias de cachos ou tranças.

O Museu da Ciência tem um exemplo de pinças usadas pelos egípcios ricos para organizar suas perucas.

Na Grécia clássica, reconhece-se que as lições mais altas usavam ferros ondulados.

Ao longo do tempo tem havido muitas estratégias concebidas para torcer o cabelo e manter a ondulação no lugar.

Por exemplo, em 1906, Charles L.

Nessler, um cabeleireiro alemão que trabalhava em Londres, aplicou uma pasta de bórax e enrolou o cabelo com um ferro para fornecer as ondas permanentes primárias.

Esse curso caro levou doze horas.

Oito anos depois, Eugene Sutter adaptou o método criando um secador que continha vinte aquecedores para fazer o trabalho de acenar com eficiência extra.

Sutter foi adotado por Gaston Boudou, que modificou o secador de Sutter e inventou um rolo automatizado.

Em 1920, Rambaud, uma esteticista de Paris, aperfeiçoou um sistema de enrolar e secar cabelos permanentes para cachos mais macios e soltos usando um secador elétrico de ar quente, uma inovação do período feito pela Racine Universal Motor Company de Racine, Wisconsin.

Um grande avanço veio em 1945, quando o químico francês Eugene Schueller, dos laboratórios da L’Oréal, combinou a ação do ácido tioglicólico com o peróxido de hidrogênio para fornecer a onda permanente gelada primária, que era mais barata e mais rápida do que os processos mais antigos.

Para gerenciar a quantidade de ondulações, vários diâmetros de hastes foram usados ​​para laminação.

A especialização para manter o cabelo no lugar foi avançada em 1960, quando os laboratórios da L’Oréal introduziram um spray de cabelo de polímero para servir como uma rede invisível.

O curling permaneceu como um instrumento favorito, apesar de todas as invenções químicas.

Passamos agora das hastes de metal aquecidas por inserção em brasas ou aquecimento a gás ou fogões elétricos.

Sem controle do calor do ferro, deveria haver muitos casos de cabelos chamuscados, para não mencionar os dedos queimados e o couro cabeludo! Os tipos de dia modernos exigem gerenciamento extra e adaptabilidade da moda de cabelo com o cabelo que quer desapertar relativamente do que “colado no lugar”.

Os ferros e pinças eletricamente aquecidos e eletronicamente controlados estão agora disponíveis.

Os barris vêm em vários tamanhos, permitindo uma ondulação apertada ou um acabamento de onda descendente.

Alguns têm um barril de cerâmica simples para criar um acabamento brilhante e limpo e você também pode comprar pinças de cabelo com uma ponta cônica para criar ondas soltas e bagunçadas.

A flutuação nos tipos de cabelos de cacheados para retos e novamente significa que os produtores continuarão a pensar em novas melhorias para atrair cabeleireiros qualificados e o consumidor.

Então, quem “inventou” o ferro de enrolar? Inevitavelmente, você encontra muitas referências a “inventado” e “patenteado por” ou “introduzido por”.

O inventor único é perdido dentro das névoas do tempo, mas os exemplos da sentença anterior são:
Em 1866, Hiram Maxim, que projetou a metralhadora com seu título, solicitou e obteve a patente de muitas patentes aos 26 anos para um ferro de enrolar cabelos.

Quatro anos mais tarde, em 1890, os franceses Maurice Lentheric e Marcel Grateau usavam pinças aquecidas de secagem a ar quente e crepitantes para fazer profundas e duradouras ondas de Marcel.

O pente alisante, na verdade, é creditado como sendo inventado pelo cabeleireiro francês do final do século 19, Marcel Grateau, que também inventou o modelador de ondas, a onda permanente e depois o aparelho de barbear Gillette que se tornou moda na Alemanha após a Segunda Guerra Mundial.

EU.

Em desenvolvimentos associados, Rene Lelievre e Roger Lemoine inventaram um modelador elétrico em 1959.

O ferro urgente / curling foi patenteado por Theora Stephens em 21 de outubro de 1980.

Em agosto de 1987, a Wahl Clipper Company introduziu no mercado especializado o ZeeCurl.

Este ferro de modelar de cano plano deu aos estilistas um instrumento para criar novos penteados com cachos em forma de Z, incluindo textura e físico para todos os tipos de cabelo.

Em 1988, FrenZee, o modelo de patrono, foi adicionado.

Pode haver pouca dúvida de que a moda exigirá e ditará novas melhorias para garantir a continuação da história do modelador.

no site>>.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *